Cachaça Werneck participa da 2a Edição do Sirha no Brasil

Produzido em Rio das Flores, RJ, o integrante do Vale do Café Rio representa os produtos da região na maior feira internacional de gastronomia.

Entre os dias 4 e 6 de outubro aconteceu a 2a edição do Sirha Rio, a versão nacional do Sirha Lyon, maior feira de gastronomia, food service e hotelaria do mundo. Sediado na cidade do Rio de Janeiro, o evento reuniu grandes chefs e o que há de mais novo na indústria de gastronomia. Pequenos produtores de cachaça do Estado do Rio de Janeiro participaram do evento através do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), entre eles a Cachaça Werneck, de Rio das Flores, que faz parte do grupo Vale do Café Rio.

O estande do Sebrae, chamado Espaço Terroir, era dedicado à diversidade e riqueza de sabores nacionais, onde estavam reunidos 75 pequenos produtores de 27 estados e do Distrito Federal. A seleção dos produtos para participação foi feita de acordo com posse de atestados de qualidade: produtos orgânicos, certificados, especiais, IG (identificação geográfica), entre outros, que garantem ao consumidor o comprometimento com práticas sustentáveis.

2016-10-07-photo-00000073
Integrantes do Cachaças do Rio no Sirha Rio: o evento teve sua 2a edição no Brasil.

As cachaças do Estado do Rio, produto considerado Patrimônio Histórico Cultural, são representadas pela marca Cachaças do Rio que, apesar de não possuirem identificação geográfica (ID), tem certificação de qualidade atestada pelo InMetro e Sebrae. A marca foi representada por nove produtores certificados do Estado, que fazem parte da Associacão de Produtores de Cachaça do Rio de Janeiro (APACERJ), entre eles: Cachaça Werneck, Cachaça Engenho D´Ouro, Cachaça Coqueiro, Cachaça da Quinta, Cachaça Magnífica, Cachaça Soledade, Cachaça Barra Velha, Cachaça Tellura e Cachaça Alambique Duvale.

O Rio de Janeiro vem se firmando como um polo produtor de cachaças de excelência, e já é o segundo estado exportador do destilado, ficando atrás apenas de São Paulo e Pernambuco. Os números porém, ainda podem crescer. Apesar do grande potencial para exportação, a cachaça ainda é pouco disseminada internacionalmente, sendo com frequência associada à caipirinha, quando normalmente é utilizada em suas versões menos nobres.

image-1
O produtor Eli Werneck dedica-se há 6 anos à produção da cachaça  Werneck, que já obteve diversas premiações.

Segundo Eli Werneck, proprietário da Cachaça Werneck e Vice-Presidente da APACERJ, o resultado da participação no Sirha Rio esse ano foi bem positivo, acima da expectativa. Participante da 1a edição da feira, o produtor pôde comparar: com relação ao volume, a Werneck vendeu 70% a mais do que em 2015 e em termos de venda fechada para comerciantes, teve aumento de 110%. No estande da Werneck os visitantes podiam degustar as cachaças Ouro, Prata e Tradicional e conversar com o produtor, que ficou na feira nos três dias de evento e também pontua aumento em contatos para potenciais negócios em relação ao ano anterior.

O empresário menciona a importância da participação de pequenos produtores em eventos do segmentos, que por ainda não poderem investir individualmente em prospecção de mercado, veem as feiras e rodadas de negócios como boas oportunidades para crescimento da visibilidade. Além de incentivar a promoção das marcas, o Sebrae busca incentivar o consumo consciente, que dá preferência a produtos não agridem o meio ambiente e que valorize as relações sociais de trabalho, conceitos que são colocados em prática por todos os produtores que possuem certificação.

image-2
Eli Werneck afirmou que a edição de 2016 superou em volume as vendas da edição anterior.

Sobre a Cachaça Werneck:

Produzida há 6 anos em Rio das Flores, interior do Rio de Janeiro, a Cachaça Werneck faz parte do grupo de bebidas certificadas, premiadas e do projeto de exportação no Estado do Rio de Janeiro, além de pertencerem à APACERJ – Cachaças do Rio

Com menos de três anos no mercado, em 2012, a Cachaça Werneck recebeu certificação do Inmetro, que significa uma garantia de alta qualidade e o reconhecimento em cerca de 80 países. Desde então coleciona premiações; três de suas cachaças receberam medalha no Concurso Nacional de Vinhos Finos e Destilados, organizado pelo Concurso Mundial de Bruxelas. Em setembro desse ano a versão Tradicional ganhou medalha de prata no Concurso Mundial, a Werneck Prata, ganhou a medalha de ouro em 2013, e a Safira Régia, Cachaça Edição Premium, ganhou medalha de prata também no mesmo concurso, na edição de 2015.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s